segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

'Meninas dão de quatro'? Jornal de Manaus admite excesso e promete retratação.

Manchete do jornal 'Manaus Hoje' provocou discussões nesta terça-feira

Você provavelmente se deparou nesta segunda-feira, em alguma rede social, com a foto de uma página do jornal Manaus Hoje. A imagem trazia uma manchete referente à vitória da seleção brasileira feminina de futebol sobre a Rússia, na véspera, por 4 a 0.

No entanto, a manchete provocou polêmica, e por motivos bastante claros: "Meninas dão de quatro".

Entre a comunidade que acompanha o futebol feminino, a escolha de palavras foi recebida com incredulidade. "Fiquei estarrecido na hora que vi essa manchete", afirmou o jornalista Rafael Alves, responsável pelo site Planeta Futebol Feminino. "Um amigo me enviou. Na hora compartilhei para que que algo pudesse ser feito em relação a essa falta de respeito", completou.

A opinião é semelhante à de Renata Mendonça, jornalista da BBC Brasil e uma das responsáveis pelo coletivo Dibradoras. "A maioria das piadas que fazem (no jornal) é de cunho sexual com corpo de mulheres. Achei que foi uma tremenda falta de respeito. Especialmente em um momento desse, em que temos a primeira mulher técnica de uma seleção de futebol estreando no comando do time (Emily Lima). Tem a Formiga se aposentando, a maior atleta da história do esporte brasileiro. Nunca nenhum atleta disputou seis Olimpíadas. E eles dão a notícia com esse tom", afirmou Renata, que foi além.

"Nunca se fala de futebol feminino e quando falam escrevem isso. Achei completamente desapropriado, um apelo desnecessário. Acima de tudo uma falta de respeito com a história dessa seleção que quase nunca tem atenção e agora merecia mais do que nunca", completou.

No jornal amazonense, as críticas recebidas levaram a uma "autoavaliação". Segundo Elton Rodrigues, editor-executivo do Manaus Hoje, a edição de terça-feira do diário trará uma retratação na mesma página em que foi publicada a manchete polêmica desta segunda-feira.

"A gente fez uma autoavaliação e admitiu que cometeu um erro. Passamos do ponto. Estamos preparando uma nota para amanhã pedindo desculpas", disse Rodrigues.

Segundo o jornalista, o jornal não chegou a receber críticas diretas da CBF ou de jogadoras pela publicação. "Mas, mesmo sem receber, teremos a nota pedindo desculpas", afirmou ainda, admitindo o que chamou de "aprendizado".