quarta-feira, 15 de maio de 2013

Egydio Schwade denuncia o massacre do povo Waimiri-Atroari



O relatório do Comitê da Verdade do Amazonas, entregue à Comissão Nacional da verdade (CNV) em 17 de outubro de 2012, denuncia pelo menos duas mil mortes de indígenas Waimiri-Atroari. 

A morte dos Waimiris Atroaris começou com a abertura da BR-174, que liga Manaus a Boa Vista. A tese de Baines relata detalhes da atuação da Funai para retirar os índios das áreas de interesse do governo, numa ação denominada Frente de Atração, e o ingresso do 6º Batalhão de Engenharia de Construção (6° BEC) para garantir a abertura da estrada na área ocupada pelos índios.